Fale com o Torq

Como as fintechs podem conquistar os usuários mais tradicionais

| Tendências,

As fintechs são empresas que promovem soluções financeiras mais modernas e tecnológicas, facilitando a vida do cliente e ampliando suas opções no mercado. Estas startups oferecem abordagem personalizada, atendimentos segmentados e suporte integralmente online – um dos fatores mais valiosos das fintechs, rivais diretas dos bancos comuns.

Geralmente assumindo faceta descolada, as fintechs podem encontrar dificuldade ao conquistar usuários tradicionais de outros bancos. Por isso, é fundamental que as startups estejam ligadas aos pontos que mais chamam a atenção desse público tão importante para seu crescimento.

Serviços digitais e mais rápidos

As fintechs podem fisgar os usuários usando um ponto pouco explorado pelos bancos tradicionais: a rapidez e alcance dos serviços online, em computadores, tablets e smartphones. O cliente está constantemente buscando formas de economizar seu tempo em filas, em deslocamentos de lá pra cá, e horas preso no trânsito para solucionar questões bancárias.

Questões que podem ser rapidamente resolvidas com um sistema integrado, digital e sem enrolações, respeitando as preferências e disponibilidade do cliente. Ao conhecer esta realidade livre de frustrações, o usuário é conquistado pela facilidade de resolução, que não é oferecida por bancos convencionais.

Transparência operacional e baixo custo

As fintechs não escondem sua forma de lucrar, muito pelo contrário: muitas delas expõem claramente como e quando lucram, garantindo transparência para os clientes em seus sites e redes sociais. Este ponto é essencial para agarrar os usuários de outros bancos, já que transmite maior confiabilidade e sensação de parceria – características valorizadas pela maioria esmagadora das startups.

Já o baixo custo das taxas e processos deve-se a estrutura física mais simples. Algumas fintechs não contam com enormes sedes ou filiais, resultando em menor gasto para a própria empresa e consequentemente, para o cliente.

Atendimento real para clientes reais

Todo e qualquer cliente de banco está cansado de ser atendido por dispositivos automatizados com vozes robóticas. As fintechs buscam revolucionar esta questão, que é antiga, trazendo atendimento personalizado e direcionado a necessidade do usuário.

Além disso, as fintechs saem na frente quando comparadas aos canais de relacionamento dos bancos tradicionais: muitos bancos ainda utilizam canais telefônicos ou SMS, muitas vezes ocasionando em cobranças ao cliente e longos minutos de espera em linha. Portanto, as startups devem focar em seu ponto mais expressivo e construir relações duradouras com seus atuais e novos clientes.

Inovação

Os usuários de bancos tradicionais priorizam, além de tudo, todos os serviços comuns oferecidos pelas instituições. Contudo, nada impede a fintech de oferecer métodos inovadores para esses mesmos clientes, demonstrando maior preocupação com seu dinheiro e investimento. Apesar do conservadorismo destes usuários, é importante que a startup esclareça os benefícios de serviços mais modernos oferecidos por ela.

Confiança

É certo que estes usuários são mais desconfiados, e podem não acreditar inteiramente na capacidade das fintechs. Entretanto, estas startups devem contornar o problema, deixando à mostra que obedecem a todas as normas de mercado e que são certificadas pelo Banco Central. Afinal, o cliente merece ter toda a segurança e apoio para guardar, investir e aplicar seu dinheiro.